Subscribe News Feed Subscribe Comments

05/12/2009

E foi assim que aconteceu!

Estava eu a dormir muito bem, quando fui acordada por um forte barulho, levantei-me e vi que tinham batido no carro do meu pai.
Completamente cheia de sono, fui à janela como uma boa "cusca" e vi um rapaz (estudante universitário, trajadinho e tudo -que fofinho!) mais bêbado que a minha avó em dia de festa, nem conseguia andar tal era a bezana. O meu pai chamou a polícia e quando chegou à rua, lá estava o rapaz a roncar (leram bem)... a roncar dentro do carro. A polícia quando chegou bateu no vidro do carro, mas o dito bêbado não havia maneira de acordar até que às tantas conseguiu abrir os olhos. Não sabia como é que estava ali e como é que tinha ido ali parar.
O que fez o Sr.Polícia?
R.: Rigorosamente nada.
Muito bem, Sr. Agente da PSP, nem eu conseguiria fazer melhor!
E porque é que ele não fez nada?
R.: Ora bem, porque o dito polícia conhece o dito bêbado e a dita família (influente na parvónia, diga-se de passagem).

E agora pergunto:
- como é que um agente da "autoridade" que apregoa os valores da boa condução rodoviária pelas escolas e fazem campanhas de sensibilização em tudo o que é lado, como é que deixam passar uma situação destas?
Mas que raio de justiça é a nossa?

Bebedeiras todos nós já tivemos, já passamos por situações embaraçosas à custa da bebida, mas a maior burrice é conduzir quando se está bêbado. Essas pessoas fazem mal não só a si, como também a outros condutores que estão nas suas vidas e não esperam que um(a) otário(a) qualquer lhes "passe a ferro".

Se há coisa que me deixa revoltada, são esses(as) jarvardões(onas) que não têm noção da realidade.
ARRE!

2 comentários:

siceramente disse...

lool também uma vez tive uma dessas, a sorte é que não apareceu policia e resolveu-se tudo bem :)

Lipa disse...

Siceramente são situações chatas, em que só me apetece mandar tudo ao ar :x

 
« I cRoSs ThE sKy ' » | TNB